Home Estudos e Mensagens O amor é a essência da vida

O amor é a essência da vida

98
0
RSS Feed

Assim como Cristo resumiu toda a Lei em dois Mandamentos, a vida do cristão pode ser resumida em um único verbo: amar. Todo ser humano sente a necessidade de ser amado. Quase todos sabem a importância de amar. Amar aos pais, aos filhos, aos irmãos, aos namorados, às namoradas e assim por diante. Mas o que muitos não sabem é como levar essa amor ao alcance determinado por Cristo. O cuidado do Senhor em ORDENAR que seus discípulos se amassem mostra quanto é fundamental para a vida a disseminação do amor entre os Filhos de Deus.

Efésios 4.15-16: “Antes, seguindo a verdade em caridade, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual todo o corpo, bem ajustado e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor”.

1. O AMOR É SEMENTE . A vida começa num ato de amor.
A união de um gene X com um Y só acontece, quando duas pessoas que se amam, estabelecem uma união fundamentada nesse amor. Jesus ilustrou seu sacrifício (o maior ato de amor já conhecido pela humanidade) com a figura de uma semente.
João 12.24 – “Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, dá muito fruto.”

Da mesma forma, a vida de uma Igreja nasce de um ato de amor, quando algumas pessoas, movidas por um magnífico amor à obra de Deus, decidem unir suas forças para formar um novo núcleo de pregação, adoração e evangelização.
Foi o amor de Deus por cada um de nós que nos transformou em Filhos desse mesmo Amor.

2. O AMOR É COMBUSTÍVEL . É o amor que aquece, move e fortifica.

Lucas 24.32 – “E disseram um para o outro: Porventura, não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava e quando nos abria as Escrituras?” (aquece)

João 15.12,13 – “ O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.” (move)

3. O AMOR É VÍNCULO . O amor une os corações.
Efésios 3.17-19 “para que Cristo habite, pela fé, no vosso coração; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.”

1 João 4:20 “Se alguém diz: Eu amo a Deus e aborrece a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?”
Não é por acaso que Jesus enfatizou tanto a respeito do amor. Sem amor a Igreja se desintegra. Quando o amor diminui, começa a aumentar o nível das tribulações individuais. O desempregado desiste de seguir a Jesus, a viúva fica mais resmungona, o doente fica mais doente, e a vida na igreja fica triste.

CONCLUSÃO . O amor une os corações.

Quando Jesus diz em João 10.10, “O ladrão vem para roubar, matar e destruir”, e completa com: “Mas Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância”, Ele estava por certo confiando no seu poder DIVINO. Mas também é certo que o seu poder requer obediência à seu Mandamento, descrito em João 15.12: “Mas o meu Mandamento é este …”. Este mandamento é a pedra fundamental da VIDA. Em primeiro lugar, Ele requer que o amemos, aceitando-o como nosso Suficiente Senhor e Salvador. Depois, Ele espera que nós, os seus escolhidos venhamos acolher os novos irmãos com o mesmo amor que Ele nos deu. Mas para isso …

Autor: Dc. Carlos Ribeiro

RSS Feed

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here