Mapuches do Chile

Tag  Tags: , - Categorias: Povos e Tribos por Efatah



Os mapuches são um povo indígena da região centro-sul do Chile e do sudoeste da Argentina. São conhecidos também como araucanos, denominação que caiu em desuso na contemporaneidade e que é desprezada por esta etnia e que no entanto, predomina na historiografia por um longo período que abarca os primeiros contatos com os espanhóis até meados do século XIX.

Os grupos localizados entre os rios Biobío e o Toltén conseguiram resistir com êxito aos conquistadores espanhóis na chamada Guerra de Arauco, uma série de batalhas que durou 300 anos, com largos períodos de trégua. A coroa de Espanha reconheceu a autonomia destes territórios até que, várias décadas depois, foram invadidos pelos estados chileno e argentinos que estabeleceram uma série de “reduções” (Chile) e “reservas (Argentina) onde muitos mapuches foram confinados. As populações mapuches do século XXI são geralmente urbanas, mas mantém vínculos com suas comunidades de origem e subsistem em suas reivindicações por território e reconhecimento de suas especificidades culturais.

Mapuches

Etimologia:
A denominação mapuche ou mapunche significa gente da terra em sua língua, como alusão às pessoas que reconhecem sua pertença e integração a um território. Em algumas regiões, ambos os termos são utilizados com pequenas diferenças de significado.

Especula-se que o nome araucano proceda da palavra quechua awqa, “inimigo”, “selvagem” ou “rebelde”, ou de palqu, “silvestre”, tendo sido lhes dada pelos incas ou pelos espanhóis. Segundo os cronistas, os incas denominavam à população que habitava o sul do rio Choapa de purumauca. Os espanhóis adotaram a denominação auca para se referir a ela. Da mesma forma, postula-se que, não sendo uma palavra quechua, o termo poderia ser uma derivação da palavra mapuche Ragko (“água ruidosa”) castelhanizada, que os conquistadores haviam utilizado para os habitantes de um lugar com este nome e que logo havia se estendido a todos os povos restantes daquela região.

Os mapuches repudiam o uso do nome araucano, uma vez que esta denominação lhes foi outorgada por seus inimigos. A palavra awka foi adotada pelos mapuches com o significado de “indômito”, “selvagem” o “bravo” e eles próprios posteriormente também utilizaram este mesmo termo em referência aos tehuelches.

Língua:
Os mapuches falam língua ameríndia da família penutiana, falada na região central do Chile e no Norte da Argentina, também chamada de araucânio ou Mapudungun.

Estima-se que hoje existam cerca de 900.000 mapuches no Chile e na Argentina.

Fonte: Wikipedia
Imagem: Andy McCullough






Este artigo foi escrito em sexta-feira, fevereiro 19th, 2010 e armazenado em Povos e Tribos. Você pode acompanhar as respostas para este post através do RSS 2.0 feed. Você pode comentar, ou deixar trackback de seu site.

Deixe um Comentário


Facebook

Twitter

RSS Feed

Últimos Posts



Colabore conosco fazendo uma doação de qualquer valor. Basta clicar na imagem abaixo.