Cham da Malásia

Tag  Tags: , - Categorias: Povos e Tribos por Efatah



Os povos não-alcançados não permanecem estáticos como demonstra o significativo declínio da população dos chames em Camboja. Os dados de 1980 registram 90.000 chames em Camboja um número que hoje talvez esteja reduzido a apenas alguns milhares o que indica a urgência de alcançar grupos específicos antes que seja tarde demais.

No caso dos chames eles foram atacados e assassinados pelas forças de Pol Pot. Milhares fugiram para as florestas mas foram perseguidos até a morte. Os chames se destacavam como uma minoria específica sujeita à aniquilação pois eles praticavam o islamismo. De fato foram comparados aos judeus da Alemanha por terem padrões culturais muito diferentes uma língua distinta e uma religião específica em relação à sociedade majoritária. Os poucos chames que conseguiam ocultar suas identidades morriam de doenças ou de fome. Comparativamente poucos escaparam em Camboja.

Os escassos registros são significativos para os cristãos. O governo da Malaísa dispôs-se a aceitar 1.800 para viver nos acampamentos de refugiados tailandeses pois eram muçulmanos. Talvez estes refugiados porém nunca mais ouçam a mensagem do Evangelho.

Tradicionalmente os chames ocidentais eram muçulmanos sunnitas da escola shafi. Embora os chames do Vietnã aos poucos tenham perdido muitas de suas tradições relativas às doutrinas islâmicas o grupo dos chames ocidentais em Camboja que é mais amplo manteve a maioria de seus vínculos com o islamismo.

O POVO
Nome do Povo: Cham
País: Malásia
Sua língua: Cham
População: 2000
Maior Religião: Islamismo
Cristãos: 0%
Escrituras disponíveis em sua Língua: Nada

SEU PAÍS
País: Malásia
População : 19186000
Religião Principal: Islamismo
Evangélicos no País: 541000 (3.1%)
Número de Igrejas no País: 2309
Número de Missionários no País: 189
Liberdade de Pregação: Parcial

Fonte: Adote um Povo






Este artigo foi escrito em terça-feira, dezembro 29th, 2009 e armazenado em Povos e Tribos. Você pode acompanhar as respostas para este post através do RSS 2.0 feed. Comentários estão fechados, mas você pode deixar trackback de seu site.


Facebook

Twitter

RSS Feed

Últimos Posts



Colabore conosco fazendo uma doação de qualquer valor. Basta clicar na imagem abaixo.