Beduíno Chaamba da Argélia

Tag  Tags: , - Categorias: Povos e Tribos por Efatah



Os beduínos chaambas vivem na área central da Argélia nas regiões El Golea e El Oued na margem norte do Deserto do Sahara. São nômades vivem em tendas negras portáteis tecidas com pêlos de cabras.

Apesar de já ter considerado degradante ter um trabalho braçal isso mudou um pouco nos anos recentes. Pela necessidade de melhores condições de saúde mais dinheiro melhores condições de vida alguns têm aceitado trabalho remunerado. Entretanto muitos deles ainda menosprezam este tipo de trabalho.

Quase 100% dos beduínos da Argélia são muçulmanos malikite. O islamismo é baseado nos ensinamentos do Profeta Maomé. O Corão (livro sagrado do islamismo) foi supostamente dado a Maomé pelo anjo Gabriel.

O islamismo é uma religião de obras centrada em cinco ensinamentos básicos (ou cinco pilares): 1) Um muçulmano precisa afirmar que ‘não existe outro Deus senão Alá e Maomé é seu profeta’. 2) Cinco vezes por dia ele precisa orar com a face voltada para Meca. 3) Ele precisa dar esmolas generosas. 4) Ele precisa jejuar durante o Ramadã o nono mês do ano muçulmano. 5) Ele precisa tentar fazer pelo menos uma viagem a Meca durante sua vida.

O POVO
Nome do Povo: Beduíno Chaamba
País: Argélia
Sua língua: Badawi
População: 100000
Maior Religião: Islamismo Suni
Cristãos: .01%
Escrituras disponíveis em sua Língua: Sem dados
Evangélicos (desse povo no país): 0 (0%)

SEU PAÍS
País: Argélia
População : 29306000
Religião Principal: Islamismo
Evangélicos no País: 18500 (.07%)
Número de Igrejas no País: 100
Número de Missionários no País: 25
Liberdade de Pregação: Não

Fonte: Adote um Povo






Este artigo foi escrito em segunda-feira, dezembro 28th, 2009 e armazenado em Povos e Tribos. Você pode acompanhar as respostas para este post através do RSS 2.0 feed. Comentários estão fechados, mas você pode deixar trackback de seu site.


Facebook

Twitter

RSS Feed

Últimos Posts



Colabore conosco fazendo uma doação de qualquer valor. Basta clicar na imagem abaixo.